Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

João Claudino: políticos e empresários lamentam morte do empresário

Empresário faleceu nesta sexta-feira em Teresina.

Compartilhe

Poíticos, autoridades e empresários se manifestaram em pesar e com homenagens ao empresário João Claudino, que faleceu aos 89 anos em Teresina, após lutar contra um câncer na próstata. Ele estava internado no Hospital de Terapia Intensiva (HTI). O velório do empresário será restrito à familiares por causa do novo coronavírus.

João Claudino deixa cinco filhos: João Vicente, Cláudia Maria, João Júnior, Alayde Christine e João Marcello. Era casado com Maria Socorro de Macêdo Claudino, in memoriam, que também já foi homenageada pela administração municipal, emprestando seu nome ao Parque da Cidadania, localizado no cruzamento das avenidas Miguel Rosa e Frei Serafim, um dos maiores parques ambientais da capital, que foi inaugurado em 2016.

VEJA REPERCUSSÃO ABAIXO: 

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, decretou luto oficial de três dias por conta do falecimento do empresário João Claudino Fernandes. Firmino destacou que João Claudino era um dos maiores empreendedores da capital e também do país. “Mais do que um empresário de êxito estrondoso e nacional, perdemos uma forte  referência de ousadia, simplicidade e muito, muito trabalho. Um grande visionário”, disse. 


O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, lamentou a morte. “Acima de tudo, eu quero falar do cidadão João Claudino. Era um homem simples, fraterno, religioso e temente a Deus. Ele não deixa apenas sua família de luto, mas também os seus amigos em Teresina e no Estado do Piauí. Quero em nome do Tribunal de Justiça, deixar o meu abraço de fraternidade e solidariedade”, disse.


O Deputado Estadual e Presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI), Themístocles Filho, publicou um vídeo em suas redes sociais lamentando o falecimento do empresário. “Nosso Piauí está de luto com o falecimento do grande empresário João Claudino. Peço que Deus ilumine seus filhos, sua família e seus amigos”, diz. Seu estado de saúde era considerado bastante grave. O câncer já estava em estado bastante avançado. João Claudino havia passado por uma cirurgia no coração recentemente.

A Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) divulgou também uma nota de pesar, declarando luto oficial de três dias.

NOTA DE PESAR

A Assembleia Legislativa do Estado do Piauí, deputados e servidores, lamentam com profundo pesar o falecimento do empresário João Claudino, ocorrido neste 24 de abril, aos 89 anos. O Poder Legislativo do Piauí está de luto junto com todo o seu povo.

O empresário estava internado em um hospital de Teresina lutando contra o câncer.  “João Claudino incentivou o desenvolvimento do Piauí. Peço que Deus ilumine seus amigos e seus filhos para continuar o seu trabalho”, afirmou o presidente da Assembleia, Themístocles Filho.

João Claudino nasceu em 21 de junho de 1930 na cidade de Luís Gomes. Mudou-se Teresina a cidade de Cajazeiras, na Paraíba. Neste momento de pesar, a Assembleia Legislativa do Estado do Piauí se solidariza com a família e os amigos e declara luto oficial de três dias.

Reprodução/ Alepi

O Governador do Piauí, Wellington Dias, também divulgou um vídeo falando sobre o falecimento do empresário. Segundo ele, Seu João foi alguém que não marcou só o Piauí, mas como outros estados. “Uma pessoa sempre muito sensível. Uma pessoa que tinha uma capacidade de compreensão muito grande da economia sem nunca ter entrado em uma universidade. Cresceu na vida com muita dedicação e trabalho. É uma memória extraordinária que vai ficar, que marcou história no Piauí e no Brasil”, afirma.


Em nota de pesar, o Governo do Piauí também declarou luto oficial de três dias pelo falecimento do paraibano.

Nota de Pesar do Governo do Piauí – João Claudino Fernandes

O Governo do Estado do Piauí manifesta profundo pesar e decreta luto oficial de três dias pelo falecimento do empresário Joao Claudino Fernandes, ocorrido na manhã desta sexta-feira (24).

João Claudino tinha 90 anos de idade e estava à frente do Grupo Claudino, um dos maiores conglomerados empresariais do Brasil e do Piauí, incluindo loja de departamento, gráfica, shopping center, fábrica, transportadora. 

O Grupo Claudino é um dos grandes contribuintes do Piauí, ajudando no desenvolvimento do Estado. A história do grupo no Piauí começou em 1968, quando os irmãos João e Valdeci Claudino, natural de Cajazeiras (PB), transferiram de Bacacal (MA) para Teresina a matriz do Armazém Paraíba. 

A loja mudou conceitos no comércio local, realizando promoções, oferecendo facilidades e trazendo para a cidade as novidades dos grandes centros. O sucesso provocou uma demanda crescente por mais produtos e a abertura de novas lojas em outras cidades.

Carro-chefe do Grupo Claudino, o Armazém Paraíba é a quarta maior loja de departamentos do Brasil no ranking “300 Maiores Empresas do Varejo Brasileiro 2019”, organizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC).

João Claudino também foi um dos grandes entusiastas da cultura piauiense. Por meio de suas empresas, ele financiou a reforma de várias casas culturais do Estado, por meio da Lei de Incentivo Estadual à Cultura (Siec).

Neste momento de luto, o Governo do Estado do Piauí presta condolências aos familiares, amigos e à sociedade piauiense, que perde um dos grandes nomes de sua história.

O presidente regional do Podemos, Elmano Férrer, publicou uma nota de pesar em memória do empresário. “Será sempre lembrado pelo profissionalismo, honestidade, lealdade, inteligência, competência e sensibilidade para lidar com as adversidades e conflitos humanos”, diz trecho da nota.

Reprodução Veja na íntegra:

NOTA DE PESAR

Hoje o Seu João partiu nos deixando um enorme sentimento de gratidão. Você nunca será esquecido, meu grande amigo, compadre e companheiro de jornada. Seu João representa um marco na história empresarial do Piauí e do Brasil. Será sempre lembrado pelo profissionalismo, honestidade, lealdade, inteligência, competência e sensibilidade para lidar com as adversidades e conflitos humanos. Por todo bem que proporcionou a quem estava ao seu redor, ao Estado e ao país. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que lhe ilumine e lhe dê paz, e que Deus dê conforto à sua família para que possa enfrentar esta imensurável dor com serenidade. Meu abraço aos amigos e tantos funcionários do Grupo Claudino.

Reprodução

Valdeci Cavalcante, Presidente da Fecomércio Sesc Senac-PI, também se manifestou em nota. “Homem notável sempre focado no trabalho e nas causas sociais. João Claudino Fernandes será lembrado como um dos maiores colaboradores da economia do Piauí e do Brasil, empreendedor sempre focado no trabalho e nas causas sociais”, afirma. 

Confira:

Recebemos com muito pesar a notícia do falecimento do empresário João Claudino Fernandes, e apresentamos nossas condolências aos familiares e amigos, nesse momento de dor e consternação, pela perda um dos maiores empreendedores do Brasil. Homem notável sempre focado no trabalho e nas causas sociais.

João Claudino Fernandes será lembrado como um dos maiores colaboradores da economia do Piauí e do Brasil, empreendedor sempre focado no trabalho e nas causas sociais. 

Que a Divina Providência reserve um lugar nas mansões celestiais.

GMNC faz homenagem

O Grupo Meio Norte de Comunicação também prestou sua homenagem ao empresário. Em agradecimento por seu papel e atuação não só no Piauí, mas como no nordeste e no Brasil, a jornalista Cinthia Lages contou sua história por meio de uma matéria, com exibição no programa Jornal Agora, da Rede Meio Norte. 

Assista: 


A Deputada Federal do Piauí pelo Progressistas, Iracema Portella, escreveu em suas redes sociais que João Claudino foi um homem que construiu uma grande história baseada no trabalho. “Recebi com muito pesar a notícia do falecimento do “seu” João Claudino; homem que construiu uma grande história baseada no trabalho. Que Deus o receba, dê o consolo a toda a sua família e aos milhares que amigos que ele cativou durante toda a sua vida”, reitera.


Ciro Nogueira, Senador do Piauí e Presidente Nacional do Progressistas, também usou suas redes sociais para deixar sua homenagem ao empresário. De acordo com ele, foi por causa de João Claudino ele teria se tornado senador, ele incentivando em seu primeiro mandato como suplente. “A importância que ele teve na minha vida política não é menor que sua relevância na vida dos piauienses. Com sua inteligência, seu João se tornou um grande empresário, dando emprego para muita gente e movimentando a economia”, fala.






Ver essa foto no Instagram









Hoje é um dia triste para a história do estado e, especialmente triste para mim. Acabo de saber do falecimento do seu João Claudino, o maior empresário que já conheci e com quem tive a honra de conviver. Foi graças ao seu João Claudino que eu me tornei senador, ele me incentivou e, inclusive, no meu primeiro mandato foi meu suplente. A importância que ele teve na minha vida política não é menor que sua relevância na vida dos piauienses. Com sua inteligência, seu João se tornou um grande empresário, dando emprego para muita gente e movimentando a economia. Só tenho gratidão por esse grande homem. Tenho certeza de que Deus o acolhe e consola a sua família neste momento de despedida e de dor.

Uma publicação compartilhada por  Ciro Nogueira (@cironogueira) em


O Deputado Federal e presidente do PT Piauí, Assis Carvalho, disse que teve o prazer de conhecer o empresário quando trabalhou no Armazém Paraíba, nos anos 1980. “Expresso meus pêsames aos familiares do empresário João Claudino, o qual tive oportunidade de conhecer quando trabalhei no Armazém Paraíba, nos anos 1980. Saí da empresa, mas ficou a amizade. Sempre que nos encontrávamos, dialogávamos sobre o tempo que trabalhei na loja. Tenho em seu João Claudino, além de um homem simples, de um empresário bem sucedido, um grande professor. Que Deus receba esse ser humano no reino dos Céus!”, escreveu em sua conta no Instagram. 


Rejane Dias, Deputada Federal, também lamentou o falecimento de João Claudino em suas redes sociais. “Quero registrar aqui meus sentimentos pelo falecimento do empresário paraibano, João Claudino Fernandes, de 89 anos. Homem íntegro, cordial e trabalhador que escolheu a nossa terra acolhedora como lugar de oportunidades e assim o fez. Que Deus o abençoe e reconforte toda sua família nesse momento”, disse. 


O Deputado Estadual Júlio Arcoverde manifestou seus sentimentos e solidariedade a toda sua família, amigos e colaboradores do empresário. “Seu João não era piauiense de nascimento, mas adotou nossa terra como lar. Fez do nosso estado terra de oportunidades para os negócios e a criação de empregos. Sem dúvidas o Piauí tem uma gratidão enorme por seu trabalho e legado. Neste momento de tristeza manifesto minha solidariedade a toda sua família, amigos e colaboradores. Que Deus possa confortá-los neste momento de pesar, a vocês deixo meu abraço e carinho”, completa. 






Ver essa foto no Instagram









Nota de Pesar É com profundo pesar que recebo a notícia do falecimento do empresário João Claudino Fernandes, fundador do Grupo Claudino composto por empresas importantíssimas para o nosso estado, entre elas o Grupo Guadalajara, Houston, Armazém Paraíba e o Teresina Shopping. .⠀ Seu João não era piauiense de nascimento, mas adotou nossa terra como lar. Fez do nosso estado terra de oportunidades para os negócios e a criação de empregos. Sem dúvidas o Piauí tem uma gratidão enorme por seu trabalho e legado. . ⠀ .⠀ Neste momento de tristeza manifesto minha solidariedade a toda sua família, amigos e colaboradores. Que Deus possa confortá-los neste momento de pesar, a vocês deixo meu abraço e carinho.

Uma publicação compartilhada por  Júlio Arcoverde (@julioarcoverde) em


Wilson Martins também usou seu Instagram para prestar sua homenagem à João Claudino. “O Piauí e o Brasil perdem um grande homem. Além do seu tempo, Seu João Claudino era um líder nato. Simples, corajoso e tinha no trabalho a grande razão de tudo que construiu.

"A família e todo o Piauí perdem uma personalidade que foi e sempre será uma referência. Meu abraço a toda família, aos amigos e a cada um dos piauienses, que perdem muito mais que um empresário. Perdem uma de suas maiores personalidades”, disse.


O Vereador de Teresina, Aluísio Sampaio, escreveu que Seu João foi uma referência de competência e excelência. “Meu respeito a história desse homem que escolheu Teresina e que, aqui, empreendeu atividades que contribuíram para o desenvolvimento do nosso Estado, empregando milhares de famílias. Seu João Claudino, foi uma referência de competência e excelência. Meus sentimentos a família e todos que direta ou indiretamente fazem parte desse grande Grupo Claudino!”, afirma. 


O Pré-candidato a Prefeito de Teresina, Fábio Novo, disse que João Claudino, nos últimos 4 anos foi o empresário que mais patrocinou o teatro, dança, música, artes plásticas, reformas de museus, teatros e bibliotecas, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC). “O coração 8.9 pulsava com mais força e se expressava pelo sorriso quando falávamos de livros, música, espaços de cultura e do Festival de Violeiros! Afinamos nossas violas e construímos uma sólida relação de respeito e amizade pela química da cultura. Seu João saía pouco! Recusava inaugurações! Com a cultura era diferente! Além de patrocinar a reforma e modernização da Escola de Teatro Gomes Campos, esteve conosco na sua reinauguração em março de 2018”, escreveu em sua homenagem ao empresário.






Ver essa foto no Instagram









Sua sensibilidade para a cultura era do tamanho dos seus negócios! O coração 8.9 pulsava com mais força e se expressava pelo sorriso quando falávamos de livros, música, espaços de cultura e do Festival de Violeiros! Afinamos nossas violas e construímos uma sólida relação de respeito e amizade pela química da cultura. Seu João saía pouco! Recusava inaugurações! Com a cultura era diferente! Além de patrocinar a reforma e modernização da Escola de Teatro Gomes Campos, esteve conosco na sua reinauguração em março de 2018. Antes disso, no natal de 2017, cancelou outros compromissos! Era uma noite de chuva! Seu João foi um dos primeiros a subir as escadas para reinauguração do Palácio da Cultura - sede da SECULT. Fez questão de falar na cerimônia e declarar seu amor pela arte! Nos últimos 4 anos foi o empresário disparado que mais patrocinou o teatro, dança, música, artes plásticas, reformas de museus, teatros e bibliotecas, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC). As palmas e os sorrisos dessa imagem revelam nossa gratidão pela sua obra e legado! Luz, amigo João!

Uma publicação compartilhada por  Fábio Novo (@fabionuneznovo) em



História

O empresário paraibano João Claudino Fernandes, popularmente conhecido como Seu João, chegou à Teresina em 1968, dez anos após a inauguração da primeira loja de tecido da família instalada em Bacabal, no Maranhão. A empresa recebeu nome de Paraíba, em homenagem a seu estado natal. Ao lado do irmão Valdecy Claudino, ele abriu uma filial no Centro de Teresina. 

O empresário sempre contava que para ter sucesso empresarial não basta ter vocação, mas saber usar esse dom de forma correta. Não é à toa que Seu João, transformou o mercado empresarial piauiense através do Grupo Claudino, que conta com 15 empresas todas sediadas na capital Teresina, possui quase 20 mil funcionários e faturamento anual de R$ 3 bilhões.

O Grupo Claudino é um conglomerado que envolve várias empresas de diversos segmentos econômicos. Suas empresas têm como ponto comum uma cultura corporativa sólida, baseada em valores, como a busca de produtos e serviços de qualidade, o respeito ao consumidor, a responsabilidade socioambiental, o trabalho desenvolvido com ética e a procura constante por inovações. Hoje, o Grupo desponta como uma das forças econômicas do país com produtos e serviços comercializados em todo país, garantindo milhares de empregos diretos e indiretos.

LINHA DO TEMPO

1929 – Joca Claudino, patriarca da família Claudino, inicia sua trajetória de comerciante com uma bodega no mercado da cidade de Luís Gomes, Rio Grande do Norte. Esse pequeno negócio é o marco do Grupo Claudino.

1958 – A primeira loja do Armazém Paraíba é inaugurada em Bacabal, no Maranhão.

1966 – Através de concurso aberto ao público, é escolhido o logotipo (o chamado “emblema”) do Armazém Paraíba, uma das marcas mais lembradas nas regiões onde a empresa atua. O vencedor foi o promotor público Antônio Carlos Lobato.

1966 - Gravado o jingle “Sucesso em qualquer lugar”, que marcaria a história do Armazém Paraíba, rendendo-‐lhe inclusive o slogan que originalmente fazia parte da letra da música. O autor Alexandre Frazão era um representante comercial.

1968 - O Armazém Paraíba chega a Teresina, Piauí. Sua 11ª loja foi instalada na Rua Álvaro Mendes. Inaugurada a matriz do Armazém Paraíba em Teresina, onde funcionou o prédio da antiga Fábrica de Tecidos Piauienses, na Rua João Cabral.

1972 - Para destacar os fatos mais importantes das empresas do Grupo e motivar seus colaboradores, é lançado o informativo de circulação interna O Sucesso.

1973 - É inaugurada a Guadalajara, uma das maiores indústrias de roupas do Brasil, fabricante do jeans Onix e marcas próprias do Armazém Paraíba.

1975- O que era até então o setor de propaganda do Paraíba se transforma na Sucesso Publicidade.

1976 - A Socimol é instalada em Teresina. A fábrica passa a produzir colchões de alta qualidade, além de estofados e móveis.

1978 - O Grupo Claudino adquire a Gráfica Estado do Piauí Ltda.

1980 - Para atender à demanda crescente de reformas e construção de novas lojas, é fundada a Construtora Sucesso. Logo a empresa é reconhecida pela qualidade nos serviços e passa a atuar na construção civil e em obras públicas por todo o Brasil.

1985 - Passa a fazer parte do Grupo Claudino o Frigotil, frigorífico industrial que opera no abate e processamento de produtos de carne bovina.

1990 - A Gráfica Estado do Piauí dá origem a Halley – Gráfica e Editora, que logo passaria a atender clientes de todo o Brasil.

1994 - Sucedendo a Antonini, passa a operar a Colon Equipamentos Rodoviários, sediada em Teresina, empresa especializada na fabricação de carrocerias, contêineres, furgões e equipamentos para transporte rodoviário e cargas.

1997 - É inaugurado o Teresina Shopping, um dos maiores shoppings do nordeste do Brasil.

2000 - Fundada a fábrica de bicicletas Houston, hoje a maior empresa no segmento na América Latina.

2007 - É criada a Remanso. A empresa atua com desenvolvimento, comercialização e implementação de soluções integradas de gestão de negócios.

2011 - A Gestão Peles e Couros passa a fazer parte do conglomerado de empresas do Grupo Claudino.

2013 - Teresina Shopping amplia sua ABL (Área Bruta Locável), se tornando um dos maiores shoppings do norte-nordeste do Brasil.





 

 

 

 

 

 




Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar