Mãe de bebê baleado no útero recebe alta:'Não consigo explicar'

O bebê baleado, Artur, está em estado grave. Ficará paraplégico.

Claudinéia dos Santos Melo baleada com o filho ainda no útero, na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, no dia 01 de julho, recebeu alta médica Hospital Moacir do Carmo, onde estava internada. Já o bebê baleado, Artur, está em estado grave no hospital Adão Pereira Nunes, o hospital de Saracuruna.

"Não consigo nem explicar", disse Claudinéia sobre a situação do filho recém-nascido. Questionada sobre o que mais queria fazer, respondeu: "Tocá-lo". A Polícia Civil está investigando o caso e diz que já tem indícios de que o tiro que atingiu a criança saiu da arma dos traficantes.

O neurologista Eduardo França falou sobre o estado de saúde do bebê que ficará paraplégico."Não temos como medir a capacidade de evolução desta criança no momento. Devemos agora manter o suporte à vida e aguardar. Quanto à paraplegia, é um quadro que pode até se reverter, caso não haja lesão medular", afirmou. 

Conforme o médico,  todo o trabalho feito até agora é para garantir a sobrevivência da criança. "Nesse momento, trata-se de uma criança muito grave, com ventilação mecânica, o que tem que fazer é o suporte à vida. A gente não pode mensurar a capacidade de uma criança em evoluir", destacou. 





Fonte: Com informações do G1