mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

OAB, UFPI e UESPI lamentam morte do ex-prefeito Firmino Filho

O ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho, de 57 anos, morreu após cair do edifício Manhattan River Center, na Avenida Arêa Leão, na Zona Leste de Teresina, por volta das 15 horas da tarde desta terça-feira (06).

Diversas entidades e órgãos públicos emitiram nota de pesar pela morte do ex-prefeito Firmino Filho, entre elas, a Universidade Federal do Piauí (UFPI), Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí e Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Entidades emitiram nota de pesar pela morte do ex-prefeito Firmino Filho Entidades emitiram nota de pesar pela morte do ex-prefeito Firmino Filho 

UFPI

O reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Gildásio Guedes, em nome da Administração Superior, lamentou a morte do ex-prefeito Firmino Filho, que também era professor do Departamento de Ciências Econômicas da instituição desde 1988. “É uma perda muito grande e nos deixa muito tristes”, afirmou o reitor.

Firmino da Silveira Soares Filho faleceu na tarde desta terça-feira (06/04), na Zona Leste de Teresina. Ele construiu uma ampla e vitoriosa carreira. Além de professor da UFPI, ele foi prefeito de Teresina por quatro vezes, vereador da capital e deputado estadual. Começou sua trajetória político-administrativa como secretário de Finanças de Wall Ferraz, em 1993. Elegeu-se prefeito pela primeira vez em 1996, sendo reeleito em 2000. Tornou a disputar a prefeitura em 2012 e reelegeu-se em 2016. Era também funcionário concursado do Tribunal de Contas da União.

“A comunidade da UFPI fica triste com essa notícia e externa condolências e sentimentos de respeito à família, amigos e colegas”, diz o reitor Gildásio Guedes. "O ex-prefeito Firmino Filho era um quadro de alta qualificação e sensibilidade, com uma experiência muito rica. Tinha a visão do grande homem público, que enxerga a gestão da coisa pública como instrumento de serviço à comunidade".

Gildásio disse ainda que "é uma perda muito grande para a UFPI, para Teresina e o Piauí. Que Deus o acolha e conforte sua família e amigos", disse o reitor.

OAB-PI

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, manifestou pesar pela morte do ex-prefeito de Teresina, Firmino da Silveira Soares Filho, 57 anos, ocorrida na tarde de terça-feira (06/04), na zona Leste da capital.

“É um momento de muita tristeza para o povo piauiense, especialmente para os teresinenses que conviveram com Firmino Filho nessas últimas décadas. Como um grande gestor, um teresinense que amava a cidade acima de tudo, competente e que deixa seu nome marcado na história da nossa cidade, a OAB Piauí reconhece os seus relevantes serviços prestados frente ao Poder Executivo do Município de Teresina”, externou o presidente Celso Barros Coelho Neto.

"Nesse momento de dor e resignação, a Seccional Piauí se solidariza com a família e amigos de Firmino da Silveira Soares Filho e expressa as mais profundas e sinceras condolências", diz nota.

A Seccional lembra que Firmino Filho teve uma respeitável trajetória política, sendo eleito prefeito de Teresina por quatro mandatos, vereador e deputado estadual, além de auditor de carreira do Tribunal de Contas da União e professor da UFPI.

UESPI

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) lamenta profundamente a morte do ex-prefeito de Teresina, Firmino Silveira Soares Filho, nesta terça-feira (06). A Administração Superior presta suas condolências aos familiares e amigos neste momento de dor.

O ex-prefeito Firmino Filho contribuiu muito para o desenvolvimento da capital do Piauí e não foi diferente na sua parceria com a UESPI, onde promoveu projetos que aproximaram a universidade da capital e sua população. Seremos sempre gratos pela parceria e confiança em todos os momentos.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail