Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

PI: PRF que atirou em pedreiro durante abordagem tem apenas 23 anos

Joílson foi levado para o Hospital Regional Justino Luz (HRJL) por uma ambulância que passava pela rodovia naquele momento, chegou a ser medicado, mas faleceu na manhã do dia seguinte.

PI: PRF que atirou em pedreiro durante abordagem tem apenas 23 anos
|
Compartilhe

O Policial Rodoviário Federal que atirou por duas vezes contra o pedreiro Joílson Pereira, morto durante a abordagem na madrugada de terça-feira (02), quando voltada para sua residência após um dia de trabalho, no município de Picos,  tem apenas 23 anos de idade e passou a integrar os quadros da Polícia Rodoviária Federal recentemente. As informações são do Riacho Net.

De acordo com a família da vítima, Joílson havia passado o dia trabalhando e a noite após passar em casa para tomar banho havia saído com amigos. No retorno, o pedreiro de 39 anos deu de cara com a viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e teria tentando fugir da fiscalização, mas acabou ferido com dois disparos de arma de fogo.

Joílson foi levado para o Hospital Regional Justino Luz (HRJL) por uma ambulância que passava pela rodovia naquele momento, chegou a ser medicado, mas faleceu na manhã do dia seguinte.

Reprodução

A viúva da vítima, Maria Raimunda de Lima, disse ao portal Grande Picos que os agentes da PRF não socorreram seu marido e uma ambulância que estaria vindo de Teresina o teria levado para o Hospital Regional de Picos.

Maria Raimunda disse que ao chegar no hospital, foi informada que seu esposo havia levado apenas um tiro, e não dois, como aconteceu de fato. Ela relata que conversou com ele até a hora da sua morte. “Ele conversou comigo até na hora que se acabou. Ele relatou que foi a polícia que tinha feito uma covardia com ele”, destacou.

“Eu lamento muito, porque ele era tudo para mim. Ele só trabalhava para casa. Tudo que eu tinha na vida, era só ele. Acabou com a minha vida e com a dele. Eu vou atrás, que ele [o agente da PRF] justifique o que fez com ele. Eu quero fazer um apelo, porque eu quero justiça pelo que fizeram com ele, porque ele era um homem honesto, trabalhador. Porque ele era preto, não era obrigado ter matado ele. Se tivesse prendido a moto, ou ele, eu estava satisfeita, porque ele ia voltar para mim, e agora ele não volta mais para mim. Ele era um esposo bom e trabalhador”, relatou Maria Raimunda.

Reprodução

Procurada pelo Meionorte.com, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) não se posicionou quando a idade do agente envolvido no caso, mas em nota, a PRF-PI lamentou o desfecho da ocorrência e que investigará o caso. “A Polícia Rodoviária Federal informa que as circunstâncias e procedimentos adotados na ação policial serão apuradas pelo órgão e reafirma seu zelo na proteção da vida de toda sociedade, nela incluída seus agentes. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal, em Teresina”, diz trecho do comunicado.

Veja na íntegra: 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lamenta o desfecho da ocorrência policial registrada na noite desta terça-feira (02), na BR-316, em Picos/PI, que resultou no óbito do condutor da motocicleta envolvida na ação.

A Polícia Rodoviária Federal informa que as circunstâncias e procedimentos adotados na ação policial serão apurados pelo órgão e reafirma seu zelo na proteção da vida de toda sociedade, nela incluída seus agentes. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal, em Teresina/PI.




Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar