Polícia prende acusado de participação em morte de advogado em THE

Crime ocorreu no mês de setembro de 2017

Nesta terça-feira (13), policiais da Delegacia de Homicídios efetuaram a prisão de um dos acusados de participar da tentativa de assalto que resultou no assassinato do advogado Ozires de Castro Machado Neto, ocorrido em setembro de 2017

Luan Alves da Silva foi preso no Residencial Dilma Rousseff, na zona Norte de Teresina. Outros dois envolvidos no crime já haviam sido presos ainda em 2017, são eles: Francinaldo dos Santos Batista, que atirou na vítima, e José Rodrigues Oliveira Neto, que dirigia o veículo utilizado pelos criminosos.

“Ele foi indiciado e autuado como coautor do crime. A investigação demonstrou que ele é o indivíduo que aparece nas imagens vai até o veículo da vítima inicialmente, retorna e avisa ao Francinaldo, que vai até a vítima e anuncia o assalto e em seguida efetuou o disparo, a vítima tenta fugir e o Francinaldo, friamente, vai até o veículo da vítima e efetua um outro disparo”, afirmou o delegado Danubio Dias. 

Acusado (à esquerda) foi preso na zona Norte de Teresina (Crédito: Reprodução )
Acusado (à esquerda) foi preso na zona Norte de Teresina (Crédito: Reprodução )

Dois dias antes do assassinato, os acusados participaram de um assalto a um restaurante no bairro Bela Vista, na zona Sul de Teresina. Imagens de câmeras de segurança flagraram o trio levando objetos do local. Luan Alves da Silva negou a participação no assassinado do advogado e afirmou que estava foragido desde o arrastão realizado no restaurante.

“Eu não estava nesse caso não, estava no dia do roubo. Se eles tiverem feito, eu não estava”, afirmou o acusado, que foi preso na residência de um irmão. 

Ozires de Castro (Crédito: Reprodução )
Ozires de Castro (Crédito: Reprodução )


Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com