O Corpo de Bombeiros suspendeu no fim da tarde desta segunda-feira (29), as buscas pelos corpos das duas vítimas que ainda estão desaparecidas no rio Parnaíba, no município de Nazária (30 km de Teresina). Três corpos já foram localizados e os trabalhos serão retomados nas primeiras horas da manhã desta terça (30). Os corpos das irmãs Eduarda Kemylly da Conceição Silva, de 9 anos e Ana Ketlelly da Conceição Silva, de 11 anos, seguem desaparecidos. 

A informação foi repassada ao Meionorte.com pelo coronel Emídio Oliveira, do Corpo de Bombeiros, que com o apoio da população, realiza buscas na área desde o momento do desaparecimento das três crianças e dois adolescentes. Outras três pessoas também se envolveram na situação, mas conseguiram sobreviver. Os bombeiros alertaram também à população local para buscas sem a orientação das equipes de resgate. 

Tragédia em Nazária: Bombeiros suspendem buscas do dia por desaparecidos (Foto: Kilson Dione/ Rede Meio Norte)Tragédia em Nazária: Bombeiros suspendem buscas do dia por desaparecidos (Foto: Kilson Dione/ Rede Meio Norte)

“Durante a noite, para a gente não ter perigo de perdê-las aqui neste espaço do rio, os pescadores vão passar um engacho na parte do rio que está estreito para amanhã a gente ter certeza que elas estão aqui e continuar s buscas, com mergulho, utilização de lanchas e de fazer o caminho que elas podem estar dentro da água”, disse, em entrevista à TV Meio Norte. 

O menino Marcos Vinícius Sales Santos, de 9 anos, foi localizado ainda na tarde de ontem. Já sua irmã, Vitória Emanuele Sales Santos, de 13 anos, foi encontrada nas primeiras horas de hoje. O corpo do adolescente José da Cruz Alves, de 16 anos, também foi localizado.

As dinâmicas do afogamento estão sendo apuradas pela Polícia Civil. “Eles estão entre a coroa onde pedimos para colocar a rede e essa outra aqui. Não tem perigo de estar fora dessa área não. 6 horas da manhã estaremos aqui”, completa o comandante. 

A prefeitura de Nazária decretou luto oficial em face da tragédia. "A Prefeitura de Nazária decreta LUTO OFICIAL em todo o território municipal em sinal de pesar e em homenagem às vítimas da tragédia com cinco nazarienses, crianças e adolescentes no Rio Parnaíba, em uma localidade do município", diz a nota. 






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Prefeitura de Nazária do Piauí (@nazariadopiaui)

"Eu levei meus filhos e vim sem eles”, diz mãe 

A tragédia com cinco crianças vítimas de afogamento em Nazária marcou uma família inteira. A equipe de reportagem da Rede Meio Norte esteve na cidade e conversou com as mães das vítimas. Francilene Sales, mãe da Vitória e do Marcos, informou que estava junto com os filhos no momento que eles se afogaram. 

“Eles saíram comigo para tomar banho, a gente estava lá se divertindo, no local que eles estavam lá estava raso, aí de repente eu vi só eles descerem no canal do rio. O mais impressionante é que a correnteza não estava forte, quando eu vi eles já estavam gritando socorro”, declarou ela. 

Francilene Sales lamenta ter levado os filhos para o local - Foto: Reprodução/Rede Meio NorteFrancilene Sales lamenta ter levado os filhos para o local - Foto: Reprodução/Rede Meio Norte

“Não deu para ver quem se afogou primeiro, um começou a gritar por socorro, aí nós começamos a correr para ver se conseguia salvar, só que quando a gente correu não vimos mais ninguém. Quando um começou a se afogar, aí outro foi tentar salvar, meu namorado conseguiu salvar minha irmã de 13 anos que também ia morrendo, ia ter mais tragédia”, disse. 

Francilene informou que foi a primeira vez que levou os filhos no local e que nenhum deles sabia nadar. “Foi muito triste porque eu levei meus filhos e vim sem eles. O sonho da Vitória era ser advogada e do Marcos era ser pedreiro”, lamentou.