Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

‘Acabou com minha família’,diz mãe de crianças mortas pelo namorado

O homem matou as crianças de 11 anos e 5 meses.

Compartilhe

A mulher identificada como Joelma Pinto da Costa, mãe das duas crianças que foram assassinadas por Danilo Veras Santos no último dia 13 de outubro, na cidade de Brejo do Piauí, concedeu uma entrevista exclusiva para o portal local ‘Jc24horas’ falando sobre o crime.

Segundo Joelma, a criança de 5 meses, filha de Danilo, foi estuprada e jogada no chão e a outra vítima de 11 anos, enteado do acusado, foi asfixiada. \"Eu nunca pensei que fosse passar por isso. Foi uma tragédia muito grande”, disse a dona de casa.

De acordo com ela, Danilo Veras nunca a maltratou nesses dois anos de relacionamento. “A nossa convivência era boa, não tinha nada estranho, eu nunca cheguei a morar com ela, a gente era só namorado e a bebê de cinco meses era filha dele, a gente estava juntos há dois anos e ele nunca me maltratou. Agora eu só quero justiça, que ele nunca saia da prisão. Ele falou que ia acabar com a minha família”, declarou ela emocionada.

\"
(Crédito: Reprodução/Jc24horas)


O CASO

A pequena Maria Vitória Veras dos Santos, de apenas 5 meses de vida, que estava internada no Hospital Regional Tibério Nunes, região Sul do Piauí, vítima de agressões e com sinais de estupro praticados pelo próprio padrasto na madrugada do último sábado, não resistiu aos ferimentos e foi a óbito por volta das 12h desta segunda-feira (15). 

O irmão dela, identificado apenas como Caio, de 11 anos, também foi morto. Os crimes contra as duas crianças foram cometidos pelo padrasto delas, Danilo Vera santos, já preso, e ocorreram no município de Brejo do Piauí, a 428 km de Teresina.

De acordo com o delegado Yan Brayner, da delegacia de Canto do Buriti e responsável pelas investigações, Caio teria flagrado o padrasto molestando a irmã, que primeiramente ficou com várias lesões e foi levada para o Hospital Tibério Nunes, onde não resistiu e morreu. Segundo o delegado, esse pode ter sido o motivo da morte do menino.

“A mãe foi ouvida pelo delegado Danilo Barroso, de Floriano, e também a gente entendeu por bem fazer uma perícia sexológica, pois a mãe declarou que o padrasto tinha muito ciúme da neném. Foi constatado vestígios de violência sexual na criança. A mãe, em depoimento, declarou que o Caio possivelmente teria visto o padrasto molestando a criança e por isso ele teria o matado. O Danilo se encontra na Delegacia de Canto do Buriti, foi preso em flagrante. Ele irá responder pela prática de homicídio com curso formal qualificado e vai responder também pelo crime de estupro de vulnerável”, disse o delegado, em entrevista para Rede Meio Norte.

\"Danilo
Danilo Veras (Crédito: Reprodução/Jc24horas)
\"Menino
Menino de 11 anos foi morto espancado (Crédito: Reprodução/Jc24horas)



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar