mais

Quarto envolvido na morte de taxista durante assalto em Teresina é preso

O preso confessou em seu interrogatório que foi ele o responsável em apresentar os dois autores do latrocínio para o dono do carro usado no crime, que também foi preso.

A Polícia Civil do Estado do Piauí, através do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), realizou na manhã desta quinta-feira (25),  a prisão de J.L.S.A, vulgo “Lorin”, o quarto envolvido na morte do taxista Giovani Soares Barroso, de 33 anos, durante uma tentativa de assalto no dia 19 de outubro deste ano, na região do Grande Dirceu, zona Sudeste de Teresina.

De acordo com a Polícia Civil, após a prisão dos autores do latrocínio, identificados como V.D.P.R.F., vulgo “Gugu” e R.M.D.S..F., vulgo ”Playboy”, que confessaram o crime durante os interrogatórios e de L.C.C.P, dono do veículo usado no crime, as investigações do caso continuaram e ficou constatado que Lorin também participou do latrocínio. 

Quarto envolvido na morte de taxista durante assalto em Teresina é preso (Foto: Reprodução/ WhatsApp)Quarto envolvido na morte de taxista durante assalto em Teresina é preso (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

O preso confessou em seu interrogatório que foi ele o responsável em apresentar os dois autores do latrocínio para L.C.C.P., pois já o conhecia anteriormente, e um dia antes do fato o procurou pedindo que o ajudasse a recrutar criminosos para fazer assaltos com seu veículo e posteriormente dividiriam os bens oriundos desses roubos.

Além disso, após a morte do taxista, L.C.C.P. registrou um boletim de ocorrência de roubo de veículo no intuito de encobrir a participação no latrocínio, culminando em um segundo delito (comunicação falsa de crime).

Suspeitos de envolvimento na morte de taxista em Teresina durante assalto são presos pelo DHPP (Foto: Divulgação)Suspeitos de envolvimento na morte de taxista em Teresina durante assalto são presos pelo DHPP (Foto: Divulgação)

O crime 

No dia do crime, a vítima tinha acabado de chegar com seu táxi, estacionando na frente de sua residência, e após desembarcar do veículo, os dois autores o abordaram através de um automóvel (Celta na cor vermelha). Playboy mandou que a vítima entregasse o celular, mas o taxista acabou se assustando com ação dos criminosos e não entregou o aparelho, o que fez com que Playboy efetuasse dois disparos, o alvejando no segundo disparo, que foi efetuado já no momento da fuga, de dentro do veículo Celta, chegando inclusive a perfurar o pára-brisa.

Giovani Soares Barroso ainda chegou a ser socorrida com vida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Renascença II, mas não resistiu aos ferimentos e veio à óbito. O veículo utilizado no crime foi abandonado pelos criminosos em ruas depois, sendo apreendido pela Polícia Militar que realizava diligências na região. 

Veículo usado no latrocínio foi recuperado momentos depois do cime (Foto: Reprodução/ WhatsApp)Veículo usado no latrocínio foi recuperado momentos depois do cime (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail