O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) concluiu na última semana a sua participação no 10º Simulado Nacional de Hardware, evento de âmbito nacional, dirigido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que ocorreu entre os dias 16 de maio e 17 de junho de 2022. O objetivo desses simulados nacionais é identificar falhas persistentes de hardware nas urnas eletrônicas, analisar suas causas e identificar soluções.

Durante os simulados de hardware as urnas são preparadas, com mídias de carga e de votação, de modo semelhante aos procedimentos das eleições oficiais. Em seguida são realizadas votações simuladas, nas quais são operacionalizadas as seguintes atividades: impressão da zerésima, habilitação do eleitor, teste do leitor biométrico, votação simulada, em que se utilizam todas as teclas da urna e do terminal do mesário, impressão do boletim de urna e transmissão de resultados.

Tribunal concluiu os testes na semana passada (Foto: Ananias Junior)Tribunal concluiu os testes na semana passada (Foto: Ananias Junior)Dos simulados nacionais de hardware participam, além do TSE, todos os Tribunais Regionais Eleitorais do País. A atual edição do Simulado possui uma relevância especial por ser o primeiro teste, em âmbito nacional, com utilização do mais recente modelo de urnas eletrônicas (UE 2020).

No TRE-PI os testes relativos ao 10º Simulado Nacional de Hardware ocorreram do dia 02 de junho e se estenderam até o dia 15 de junho. As atividades foram conduzidas pela equipe: efetivos e terceirizados, da Seção de Voto Informatizado (SEVIN), localizada no novo Fórum Eleitoral. Ao todo, foram testadas 509 urnas eletrônicas, incluindo os modelos 2009, 2010, 2011, 2013, 2015 e 2020.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, a participação ativa dos Tribunais Regionais em simulados anteriores têm garantido a identificação e a eliminação de erros críticos capazes de impactar as eleições.