Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Soldado piauiense vítima de ataque no RJ é homenageado pela polícia

Compartilhe

O soldado Rafael Pereira da Silva, que estava na viatura da Força Nacional atacada por criminosos no dia 10 de agosto, no conjunto de favelas da Maré, no Rio de Janeiro, recebeu nesta quarta-feira (24), o diploma de honra ao mérito da Polícia Militar do Piauí.

A cerimônia de homenagem aconteceu a partir das 8 horas, no quartel da cavalaria, situado no bairro Redonda, zona Sudeste de Teresina. A solenidade foi presidida pelo comandante geral da PM, coronel Carlos Augusto.

O soldado afirmou que o melhor momento que viveu desde o ataque foi conseguir voltar para casa: “É com muita alegria que eu volto para minha terra, aqui é a cidade maravilhosa, não permitam que a cidade maravilhosa seja o Rio de Janeiro, voltar para casa é muito bom. O nosso serviço lá é de guarda patrimonial que estava relativamente tranquilo, agora no Rio tem áreas que polícia não pode andar, nós entramos em uma rua que não podia entrar, fomos recebidos com muitos tiros e se eu estou vivo hoje foi habilidade do meu companheiro que foi muito hábil em tirar a viatura da linha de tiro mesmo ferido. Eu tinha que ficar ali para socorrer ele, e foi o que eu fiz, mas infelizmente ele não resistiu”, afirmou.

“No momento não passa muita coisa na cabeça, é o instinto de sobrevivência, vontade de sair do local o mais rápido possível, e dar socorro para quem precisa. A gente se deslocou do local até o hospital, eu conversava com ele o tempo todo, pedia para ele não dormir, ele chegou no hospital falando ainda. Mas o pior momento foi quando tive que dar a notícia para a família dele”, contou.

CASO

No dia 10 deste mês, três agentes da Força Nacional sofreram um atentado no conjunto de favelas da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro. A equipe estava a caminho do centro, quando entrou por engano na vila João, comunidade dominada por traficantes.

Os agentes foram enviados ao Rio para reforçar a segurança durante os jogos olímpicos. O soldado Hélio Andrade, de Roraima, foi ferido gravemente, socorrido, mas não resistiu ao ferimento. O capitão Alen Marcos, que atua em Cruzeiro do Sul, no Acre, teve ferimentos leves e o soldado piauiense Rafael Pereira, escapou ileso depois de socorrer o amigo.

Image title

Image title


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar