Nicole Bahls revela que só transou com 8 pessoas e Thor Batista foi o melhor na cama

A repórter, porém, garante que não tem fetiche por famosos


Nicole Bahls acha que as pessoas criaram uma imagem dela que não corresponde com a realidade. Apesar das roupas decotadas e dos figurinos ousados, a repórter do programa "Pânico” diz que entre quatro paredes gosta do tradicional. “Só pareço ser um arranha-céu, mas no sexo sou meio água de salsicha, sabe? Sou mais pele e não gosto de nada exótico”, conta ela, ao posar para seu terceiro ensaio no Paparazzo, que vai ao ar nesta sexta-feira, 10.

Prova disso é que ao ser questionada quantos homens teve na vida, ela surpreende: “Transei com oito pessoas”, diz Nicole, acrescentando: “Três não eram famosos. O resto não dá para esconder porque está no Google”, brinca.

A repórter, porém, garante que não tem fetiche por famosos. “Trabalho na televisão, vivo em eventos... Não tem como namorar o porteiro do meu prédio. Para mim é até ruim ter relacionamento exposto, preferiria namorar só anônimos. Mas a gente não escolhe por quem se apaixona, né?”.

Entre as conquistas amorosas de Nicole está o cantor Léo Santanna, os jogadores Victor Ramos e Emerson Sheik e Thor Batista, filho do empresário Eike Batista. Para este último, Nicole não economiza nos elogios. “Thor foi quem mais me surpreendeu na cama”, afirma ela, sem dar muitos detalhes: “Toda mulher sabe quando é bom, né? Não precisa de muita coisa ou de falar nada”. A repórter ainda revela que foi com ele que realizou um de seus fetiches: “Não gosto de transar em lugares diferentes, mas tinha vontade de fazer em um barco. Realizei esta minha fantasia com o Thor”. As fantasias não vão muito longe.

Nicole brinca ao dizer que só toparia um ménage à trois se fosse com dois homens. “Assim até poderia pensar, porque com outra mulher não dá. Sou muito ciumenta”, comenta ela, que não é muito paquerada por mulheres: “Já recebi cantadas, mas não muitas. Até porque acho que elas sabem que não sou do ramo. Nunca fiquei com mulher nem tenho vontade”. Noventa dias sem sexo Nicole também mostra que é muito bem resolvida quando o assunto é homem. Ela diz que é independente até na hora do sexo. “Prefiro me resolver sozinha a estar mal acompanhada”, diz: “O máximo que fiquei sem sexo foi 90 dias, quando participei de 'A fazenda', e acho que me acostumei, por isso estou mais calma. Vou até dizer que tentei me resolver sozinha lá, mas não dava porque era um banheiro para 16 pessoas. Orei e pedi para Deus desligar minhas partes de baixo”.

Nicole ainda falou sobre seu homem ideal. "Quero um cara como o padre Fábio de Melo. Adoro as coisas que ele fala...Estou numa fase que quero aprender mais do que ensinar. Quero um  cara que se preocupa com a pessoa que está antes dele próprio", afirmou.



Conhecida por seus atributos físicos, Nicole diz que a parte de seu corpo que mais chama a atenção dos homens é seu derrière. “O bumbum, o bumbum que não funciona”, brinca ela, que em 2012 deu uma entrevista na qual afirmava que era traída por não gostar de sexo anal. A repórter conta que não mudou de ideia. “O ponto G da mulher é na frente, não atrás. Acho que a mulher que gosta é porque quer satisfazer o homem. Sou independente até nisso. É fundamental que eu me satisfaça na cama. Estou trabalhando muito e não tenho muito tempo. Não vou entrar para perder”, avisa.

Fonte: Ego