Justiça aceita denúncia e Moaci Júnior ser julgado por juri popular

Moaci Júnior é acusado de matar idealizadores do Salve Rainha

O promotor de Justiça protocolou nesta terça-feira novo pedido de prisão preventiva contra Moaci Júnior. Ele é acusado de matar, em acidente de trânsito ocorrido em Julho, os idealizadores do coletivo Salve Rainha,  Bruno Queiroz e seu irmão Júnior Araújo e ainda deixar ferido gravemente o jornalista Jader Damasceno.

Um primeiro pedido de prisão preventiva feito pela 14ª Promotoria de Justiça de Teresina, do Núcleo do Tribunal do Júri foi negado pelo juiz da Central de Inquéritos de Teresina, Luiz de Moura Correia, da Central de Inquéritos de Teresina.

Mas, nesta terça-feira, a Justiça acatou a denúncia do Ministério Público de Moaci deverá se julgada através de juri popular.

Na denúncia oferecida pelo Ministério Público Moaci é acusado de duplo homicídio, lesão corporal de natureza grave e por evasão do condutor do local do crime, tipificado no Código de Trânsito Brasileiro.

Após a denúncia ter sido aceita, o acusado passa por restrições como não poder sair da cidade ou mudar de endereço sem antes informar à justiça e ele também deverá responder por escrito num prazo de 10 dias a acusação.


Moaci Júnior acusado de matar idealizadores do Salve Rainha
Moaci Júnior acusado de matar idealizadores do Salve Rainha
Bruno Queiroz e seu irmão Francisco das Chagas Júnior, morreram no acidente
Bruno Queiroz e seu irmão Francisco das Chagas Júnior, morreram no acidente


Fonte: Portal MN