MEC faz alerta: "Enem é mais importante que Pokémon"

Segundo o MEC, o mais importante é capturar conhecimento.

Pokémon Go, aplicativo que virou febre no mundo, chegou ao Brasil na quarta-feira, dia 03 de agosto, e já conquistou os apaixonados por jogos. O Ministério da Educação (MEC), no entanto, fez um alerta em uma rede social, alegando que considera mais importante a  preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

O Enem é o principal acesso para as universidades públicas brasileiras. Também serve de seleção para programas do governo como o Prouni, que oferece bolsas para instituições particulares e o Fies, que disponibiliza financiamento com juros baixos a alunos carentes. No ano passado, 5,8 milhões de candidatos fizeram o exame.

No dia 5 de novembro, um sábado, os estudantes fazem as provas de ciências humanas e ciências da natureza. No dia 6, domingo, a prova terá linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática.

Nos dois dias, os portões serão abertos às 12h e se fecham às 13h. O início das provas é às 13h30. Como nos anos anteriores, o primeiro dia de prova dura 4 horas e 30 minutos e o segundo, 5 horas e 30 minutos.

MEC considera mais improtante capturar conhecimento (Crédito: Reprodução)
MEC considera mais improtante capturar conhecimento (Crédito: Reprodução)

Sobre o Jogo

O jogo está disponível oficialmente para celulares com Android e para iPhone(iOS). Para jogar é necessário fazer o download a partir das lojas Google Play Store e App Store, ou seja, não é mais necessário baixar via apk.

Um motoboy cearense resolveu empreender: desempregado há um mês, anunciou em grupos do WhatsApp transporte para usuários do aplicativo em Fortaleza.

No anúncio, divulgado ainda na noite desta quarta-feira (3), Denis Paz, de 32 anos, oferece o serviço para "caçadores de Pokémon" e garante que vai "pegar e deixar em casa".



Fonte: Com informações do G1