Simões: Criança sobrevivente recebe alta; quatro irmãos morreram

Criança de 5 anos sobreviveu e os quatro irmãos morreram.

Quatro irmãos menores  morreram em um grave acidente na PI-142, entre os municípios de Simões e Marcolândia, na noite de terça-feira, dia 15 de março. No veículo envolvido no acidente, um Saveiro, estavam sete pessoas: o motorista, o pai e os cinco filhos, com idade entre 5 e 16 anos. A criança sobrevivente, que passou uma semana internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), recebeu alta na quarta-feira, dia 23.

De acordo com informações do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), a criança, caçula de cinco anos, teve lesões em diferentes regiões do corpo e por conta disso  acabou sofrendo um trauma abdominal grave. O diretor geral do HUT, dr. Gilberto Albuquerque, confirmou que a criança deixou o hospital e continuará se recuperando em casa.

O acidente

De acordo com informações de testemunhas que estiveram no local, o acidente aconteceu na ladeira do Posto Fiscal de Simões, também conhecida como Serra dos Claudios. O condutor pendeu o controle e o veículo acabou caindo em um abismo que mede, segundo informações, entre 200 e 500 metros. 

As crianças vinham na carroceria da picape e, apos o forte impacto, acabaram sendo sacadas e três foram a óbito ainda no local. Outro morreu quando recebia atendimento especializado e a sobrevivente que deixou o hospital onde estava hospitalizado, HUT, ontem pela manhã. 

As vítimas foram identificados como Lauanda Feitosa Soares, de 16 anos, Lauane Feitosa Soares, de 14, José William Feitosa Soares de 11 e Larisse Feitosa Soares, que tinha 13 anos. Ao todo eram seis irmãos, sendo que quatro morreram no acidente, uma está na UTI e a  mais velha não estava no carro.

Motorista sem CNH e embriagado

Carro que vitimou 4 irmãos era conduzido por homem embriagado, segundo o subcomandante da Polícia Militar de Paulistana, capitão Antônio Milton. De acordo com  ele, o motorista do carro estava sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

O condutor não tinha CNH e apresentava sinais de embriaguez. O veículo, um carro modelo Saveiro, havia sido comprado pelo pai Manoel Antônio Soares, no dia anterior ao crime", informou o comandante. 

O caso segue sob investigação da Delegacia Regional de Fronteiras. O pai, que não teve o nome divulgado, poderá, juntamente com o homem que conduiza o veículo, também não identificado, responder na Justiça. 

Família residia em Simões
Família residia em Simões






Fonte: Portal Meio Norte