mais

Vai viajar? veja quais são e onde estão os animais mais perigosos do mundo

Da América do Norte ao Sul da África, ou mesmo em regiões mais remotas, como o Ártico, não importa: animais selvagens existem e podem representar perigo para os viajantes.

Víbora Com Escama De Serra

Depois de tanto distanciamento social, o mundo está lentamente abrindo suas portas. E você, é claro, já está pensando em qual vai ser sua próxima viagem, não é mesmo? A vida é curta, as oportunidades se vão, e por isso devemos nos organizar e aproveitar as chances de fazer uma viagem. No entanto, antes de cair na aventura, é preciso tomar certos cuidados. Algumas regiões do mundo abrigam os animais mais perigosos que existem. E não importa se você tem seguro saúde: em muitos casos, o seguro não cobrirá problemas envolvendo animais. 

Da América do Norte ao Sul da África, ou mesmo em regiões mais remotas, como o Ártico, não importa: animais selvagens existem e podem representar perigo para os viajantes. Devemos respeitar os animais e seus espaços, pois essa é a única maneira de também cuidarmos de nossa própria saúde e segurança.

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Se você está planejando sua viagem para regiões secas, tome cuidado! Certas regiões da Índia e da África são conhecidas por ser o habitat natural de víboras com escama de serra. Essa espécie é extremamente perigosa e costuma caçar no período noturno, quando sai em busca de alimento. O terreno seco dessas regiões favorece sua ação, fornecendo-lhe condições perfeitas para atacar também os humanos que viajam ao local. Com sua picada letal, a víbora pode causar danos irreparáveis, envenenando o sangue e causando hemorragia cerebral em suas vítimas. Só para que você tenha uma ideia do perigo, esse tipo de cobra é a que mais mata em todo o mundo.

Caravela-Portuguesa

Quer dizer que você gosta de passar seus feriados na praia? De fato, é uma delícia mergulhar no mar e se perder nas ondas, especialmente no verão. Mas você já ouviu falar dos perigos da água-viva? Esse animal, também chamado de caravela-portuguesa, pode causar problemas para os nadadores desavisados. Sua picada é extremamente dolorosa e deixa marcas profundas, como se a pessoa tivesse apanhado com um chicote. 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Carinhosamente apelidado de “terror flutuante”, esse animal pode ser encontrado nos oceanos Índico, Atlântico e Pacífico. Ao avistar águas-vivas, fuja o mais rápido possível! E nesse caso, pegue um barco convencional: você com certeza não vai querer ir de caravela…

Tubarão Branco

Você se lembra do filme Tubarão? Sempre que esse vilão assustador estava prestes a atacar, aquela música sinistra começava e enchia seu coração de pavor. As coisas são diferentes na vida real, mas nem tanto. O tubarão branco é um animal marinho que não poderia ficar de fora desta lista, justamente por ser um dos seres mais perigosos do planeta. Esse habitante dos oceanos, de tempos em tempos, assusta os banhistas desavisados e os ataca com grande fúria. 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Sua mordida é intensa e causa danos profundos, podendo até mesmo ocasionar a morte de suas vítimas. Se você ainda tem dúvidas sobre os perigos de nadar em praias onde há presença de tubarões, dê uma lida nas notícias sobre ataques desses seres. É realmente chocante.

Búfalo Africano

O búfalo africano é um animal cujo porte e beleza fascinam as almas mais sensíveis: se você nunca leu Clarice Lispector, comece pelo conto “O búfalo” e veja como esse quadrúpede encantou a famosa escritora. Mas nem sempre a ficção revela os perigos da vida real. Conhecido por suas enormes presas, o búfalo africano pode ser encontrado na África Subsaariana e pesa aproximadamente 2 mil libras! 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Além disso, estes animais são grandes caçadores, enfrentando animais igualmente fortes, como leões e elefantes. Então, o recado está dado: se estiver programando uma viagem para regiões onde existem búfalos, tenha cuidado redobrado.

Escorpião Amarelo da Palestina

Ao contrário do que escreveu a brasileira Bruna Surfistinha, não existe um “doce veneno do escorpião”. Na realidade, o escorpião amarelo da Palestina (ou escorpião-palestiniano-amarelo) também representa uma grande ameaça. Ele não só é perigoso para pequenos animais, como também pode causar enormes problemas para suas vítimas humanas. Encontrado no continente africano, no Oriente Médio e até em determinadas regiões do Brasil, esse tipo de escorpião tem um veneno poderoso. 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

A substância que libera ao picar é capaz de causar choque anafilático, pois contém elevadas quantidades de neurotoxinas. Portanto, ao viajar para as regiões que mencionamos, esteja sempre alerta: o escorpião amarelo da Palestina é pequeno e pode surgir inesperadamente no seu caminho. Se isso acontecer, corra, corra o mais rápido que puder!

Polvo gigante do Pacífico

Segundo o documentário Professor Polvo, estes animais são dotados de grande sensibilidade e inteligência. Nessa produção do Netflix, um homem relata sua interessante e bonita relação de aprendizagem com um polvo. Mas será que eles são realmente inofensivos, como mostra o documentário? Ainda que sejam seres fascinantes, os polvos podem apresentar alguns perigos para o ser humano. São predadores marinhos e, para capturar suas presas, utilizam as ventosas em suas inúmeras pernas. Além disso, o polvo possui uma rádula, que é um tipo de língua com dentes — só esse detalhe já deveria fazer você pensar duas vezes antes de mergulhar em águas desconhecidas…

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Caracol-do-cone

Você talvez se sinta sob o efeito de hipnose, quando contempla as formas e detalhes desse lindo ser. O caracol-do-cone é, de fato, um animal muito bonito e exótico, sendo encontrado principalmente em mares tropicais. No entanto, muitos exemplares dessa espécie são venenosos. Se você mora no litoral ou pretende viajar a essas regiões, lembre-se de que certos tipos de caracol-do-cone oferecem perigo para os seres humanos. 

Como não há um antiveneno para a substância que produzem, o contato com esses caracóis pode ser desastroso — e provavelmente seu seguro saúde não vai ser muito útil nesse caso. Portanto, ao se deparar com um caracol-do-cone, nem cogite a ideia de contemplá-lo. Simplesmente nade para longe.

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Hipopótamo

Hipopótamos parecem animais serenos e nem um pouco perigosos. Em geral, são bastante tranquilos, mesmo. Mas isso não quer dizer que, dependendo das circunstâncias, eles não vão “perder a cabeça” e atacar você. Aliás, podem ser agressivos como qualquer outro animal, incluindo o ser humano: lembra da última vez em que alguém ou alguma situação te tirou do sério? Pois é. 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Você pode até pensar que o hipopótamo, um mamífero herbívoro, não oferece riscos a ninguém. Bom, nem todo vegetariano ou vegano é bonzinho: lembre-se que Hitler era vegetariano! Como são enormes e pesam cerca de 3 mil libras, os hipopótamos podem causar um estrago enorme com seus dentes fortes. O que pode ser reconfortante é saber que eles só atacam quando se sentem ameaçados. E depois de ler essas informações, temos certeza de que você e o hipopótamo só querem ser amigos, não é?

Mosquito

Para falar a verdade, ninguém gosta de mosquitos — quem diz que gosta está mentindo. São seres inconvenientes, que fazem ruídos incômodos e, muitas vezes, acabam picando nossa pele. Além do mais, seu tamanho permite que sejam sorrateiros ao invadir nossas casas e nos irritar com sua presença. Mas você sabia que existem mosquitos extremamente perigosos

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os mosquitos provocam cerca de 750.000 mortes no mundo! Esse número é impressionante, considerando o tamanho do mosquito. Algumas espécies podem transmitir malária e febre amarela, causando graves enfermidades e podendo até matar. Ouviu um mosquitinho por perto? Polvo Estrangulador

Pensando em viajar depois da pandemia, não é? Depois de tantos meses de distanciamento social e isolamento, todos estamos ansiosos para entrar num avião e explorar o mundo. Mas tome os devidos cuidados, tanto com a Covid-19 quanto com certos animais. Mais uma vez, indicamos o polvo como um dos seres mais perigosos desta lista. Agora, estamos falando do polvo de anéis azuis, uma espécie que habita os oceanos Pacífico e Índico. Ele é considerado extremamente venenoso e, segundo nossa pesquisa, não há nenhum seguro saúde que cubra os danos causados por seu veneno. Também conhecido como polvo estrangulador, ele leva esse nome devido à asfixia causada pela substância tóxica que libera.

Hiena

Se você cresceu nos anos 1990, é provável que se lembre das cruéis hienas da animação O Rei Leão. Elas eram as malignas companheiras do vilão da história e causavam o maior estrago por onde passavam. Nos dias de hoje, essa produção continua sendo bastante popular, especialmente após um remake recente. Mas se no filme as hienas são malvadas, elas são ainda piores na vida real. 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Conhecidas por emitirem um som que se assemelha à risada humana, as hienas podem atacar pessoas que se aproximam demais de seus bandos. Com suas fortes mandíbulas, são capazes de quebrar o mais resistente dos ossos. Se estiver viajando por países onde há hienas, tome muito cuidado e siga as orientações de guias turísticos confiáveis. E jamais, em hipótese alguma, queira se aproximar de uma hiena.

Mamba-Negra

O nome “mamba-negra” imediatamente nos faz lembrar da icônica personagem do filme Kill Bill, de Quentin Tarantino. No filme, Mamba Negra é o pseudônimo de uma vilã assassina e vingativa, que faz de tudo para arruinar a vida da protagonista da história. Bom, a verdadeira mamba-negra não é muito diferente: tem quase 5 metros de comprimento e seu veneno é extremamente letal

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

É uma cobra capaz de se locomover em alta velocidade e, por isso, se torna ainda mais ameaçadora para o ser humano e outros animais. Para que você entenda a gravidade do problema, o veneno de uma mamba-negra pode matar cerca de 12 pessoas! Por isso, independentemente do país onde você estiver, siga as orientações de seu guia turístico e evite andar sem calçados resistentes em áreas de muita vegetação.

Parasita tsé-tsé

Já ouviu falar da mosca tsé-tsé? É provável que não, já que esse tipo de mosca é encontrada apenas nas regiões tropicais da África. Mas talvez você esteja pensando em viajar para essa região, certo? Nesse caso, tome cuidado. 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)

Embora seja popularmente classificada como “mosca”, na realidade a tsé-tsé se enquadra na categoria dos parasitas. Como é um ser muito pequeno, pode facilmente entrar nas casas e contaminar os alimentos para consumo humano. Além disso, como depende de sangue para sobreviver, a tsé-tsé é um parasita realmente nocivo.





Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail