Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Webcam e máscaras: como a indústria pornô teve que se adaptar à Covid

A produção de conteúdo adulto teve que mudar em tempos de pandemia e, acredite: após anos de crise, ela conseguiu crescer.

Slide 5 de 8
Compartilhe

Retomada

Mário Filho, que é conhecido no meio artístico como Aquele Mário, falou sobre o clima na retomada das gravações. O ator, roteirista e preparador de elenco explica que gravar em meio a pandemia, apesar de todo cuidado, é mais tenso. 

"Houve uma certa preocupação, receio e cuidado maiores com a retomada das gravações. Como essa doença é transmitida por um vírus, ou seja, é imperceptível, não pode ser vista – assim como algumas Infecções Sexualmente Transmissíveis –, isso acaba deixando tudo mais tenso. Por ser também um vírus novo, muitas informações são inconstantes também... Enfim, isso vem exigindo da gente um cuidado redobrado, ainda mais que nosso trabalho exige contato físico, envolvendo respiração muito próxima, contato de boca... Então, pensando em como isso tudo pode afetar, a equipe toda é testada e só quem tem o exame negativo pode entrar na locação. Passamos a contar com a responsabilidade que cada um deveria ter individualmente e também pensando no ambiente profissional. Apesar de nós, atores, acabarmos nos expondo mais durante a gravação, é preciso ficar em alerta e manter o uso de máscara no set de filmagem para preservar outras pessoas no set que não têm contato físico com ninguém: ou seja, toda a produção", detalha. 

Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar