Além de Tadeu Schmidt e dos participantes do BBB23, outra figura se destaca dentro do reality. O Dummy, ajudante do programa, é responsável por resolver “problemas” na casa e ainda explicar as provas aos participantes. Em diversos momentos, os personagens chamam atenção nas redes sociais pelas brincadeiras.

Apesar de não aparecerem sempre, e de sempre utilizarem máscaras, as pessoas que estão por trás dos caricatos ajudantes firmam um contrato com validade de quatro meses e recebem R$ 4 mil mensais. A informação é de André Romano, colunista do Observatório da TV.    

Boninho revelou novo visual dos dummies para o “BBB 23”. (Foto: Reprodução - Instagram)Boninho revelou novo visual dos dummies para o "BBB 23". (Foto: Reprodução - Instagram)

O mesmo colunista revelou, antes do início do programa, os valores que os confinados receberam para participar do BBB23. Os postulantes ao título do programa vão receber R$ 33 mil.

Segundo o colunista, o valor é quase o dobro do que os participantes do BBB22 receberam: R$ 20 mil. Os confinados ainda devem ganhar um bônus, correspondente a um salário mínimo por ações feitas na casa mais vigiada do Brasil.

Comandando o programa, o salário de Tadeu Schmidt também assusta. Ainda de acordo com Romano, os vencimentos do apresentador ao longo do ano ficam na casa dos R$ 400 mil. Entretanto, quando o Big Brother Brasil vai ao ar, esses números pulam para R$ 2 milhões por mês.






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Jose Oliveira (@jbboninho)