O revendedor de gás Domingos da Silva Sousa foi a primeira pessoa a chegar no grave acidente ocorrido na noite do último sábado (09), que deixou oito mortos e cinco feridos na PI-140, que liga as cidades de Floriano e Itaueira, no Sul do PiauíEle relatou que conseguiu retirar duas pessoas com vida e evitar que um corpo fosse carbonizado em um dos veículos. 

Em entrevista ao Meionorte.com, Domingos da Silva explicou que estava retornando para São Raimundo Nonato, onde reside, após passar alguns dias em Teresina com sua família. Segundo ele, por volta de 22 horas, após passar da penitenciária Vereda Grande, o Fiat Doblo, da Prefeitura de Itaureira, ultrapassou o seu veículo e em seguida, já momentos depois, ele observou um animal na pista, destroços dos veículos e chamas.

Domingos chegou no local e relatou que apenas um dos veículos estava em chamas, o que ajudou a retirar algumas vítimas de perto do fogo. 

Homem relata que evitou mais mortes e que corpo fosse carbonizado na PI-140 (Foto: Reprodução/ WhatsApp)Homem relata que evitou mais mortes e que corpo fosse carbonizado na PI-140 (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

“Quando a gente vinha de Floriano, depois da Vereda Grande, passou por mim o Fiat Doblo. Eu vinha próximo dele e por isso fui a primeira pessoa a chegar. Foi quando avistei o animal na pista e tinha bagaço de coisas e fogo do lado esquerdo, mas não percebi muito como tinha os bagaços da batida e eu parei o carro. Eu desci. Andava eu, minha esposa, sogra e as crianças no carro. Estacionei e comecei a dar com a mão para os carros que vinha em seguida. Passei para o lado do acidente e saiu 3 pessoas de dentro do Doblo com o carro em fogo. Tirei elas da pista e coloquei do lado ainda chocadas, ensaguentadas. Desci pro local onde tava o outro carro, o Doblo estava pegando fogo, mas o Classic não estava. Mas o fogo vinha na direção, foi quando ouvi uma criança pedindo socorro”, descreveu. 

Domingos disse que ela estava com a perna quebrada e não se mexia. Ele a pegou, levou para cima da pista e a colocou no acostamento em cima de um lençol. Ele então desceu novamente e pegou o corpo de uma jovem, o único entre as vítimas fatais que não foram carbonizados. “Mas o fogo já estava próximo. Para não ser carbonizado, coloquei para cima do asfalto também e tinha já outros corpos sendo carbonizado. Dentro do Classic tinha duas pessoas, mas aparentemente já em óbito, uma por cima da outra”, relatou.

Então, ao subir novamente para o asfalto, Domingos da Silva disse que sua sogra ouviu uma outra pessoa pedir ajuda. Ele voltou, abriu o carro e tinha um corpo por cima da vítima ainda com vida. 

Homem relata que evitou mais mortes e que corpo fosse carbonizado na PI-140 (Foto: Arquivo Pessoal)Homem relata que evitou mais mortes e que corpo fosse carbonizado na PI-140 (Foto: Arquivo Pessoal)

“Só coloquei o corpo de lado, estava carbonizado e a pessoa estava por baixo pedindo socorro. Pedi outra pessoa que estava pista e me ajudou levar para pista. Colocamos para o acostamento. Eu ainda tentei tirar o motorista do Classic, mas a perna dele estava presa nas ferragens, mas já falecido. O fogo vinha em direção a eles. Mas eu tirei duas vítimas vivas e uma que foi a única que não foi carbonizada. O Doblo já estava pegando fogo. Depois de uma hora o chegou bastante carro no local. Um rapaz voltou para Floriano e acionou o resgate. Como eu estava com a minha família e estavam seguros, eu segui a viagem”, completa. 

Os corpos das vítimas estão no Instituto Médico Legal (IML) em Teresina, onde serão submetidos a exames e liberados para as famílias em seguida. Quatro das cinco pessoas das duas famílias que sobreviveram ao acidente seguem hospitalizadas no Hospital Regional de Floriano. Uma delas foi transferida para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) para a Central de Queimados.

- Dorete Rodrigues Pereira, que estava no carro de passeio, sofreu um trauma no crânio e passou por uma sutura simples + fratura de antebraço e fêmur aguardando cirurgia ortopédica.

- Lucas Rodrigues, filho de Dorete, sofreu um trauma no membro superior Esquerdo com Fratura de antebraço e foi submetido a cirurgia provisória para correção de fratura exposta no membro inferior esquerdo

- Charles da Silva Ramos, pai do recém-nascido, sofreu fraturas no rosto 

- Charles da Silva Ramos Filho, de 9 anos, irmão do recém-nascido, sofreu uma queimadura no braço direito e dorso

- Laisa, prima de Francidalva, sofreu um trauma no abdômen e passou por cirurgia.

O acidente

Uma grave colisão frontal envolvendo um veículo Fiat Doblo da Prefeitura de Itaueira e um Chevrolet Classic, na noite deste sábado (09), deixou 8 pessoas mortas e 5 feridas na estrada que liga as cidades de Floriano e Itaueira, na região Sul do Piauí. Dos 8 mortos, 7 pessoas ficaram carbonizadas. 

Em entrevista ao Meionorte.com, a sargento Hiudenis Silva, do 3° Batalhão de Polícia Militar da cidade de Floriano, explicou que o acidente foi provocado por uma vaca que estava na pista. Um dos veículos tentou desviar e acabou colidindo no outro. 

Segundo informações de moradores locais para a Polícia Militar, os ocupantes do Classic eram da região próxima onde aconteceu a situação. Eles reconheceram e informaram que eles estavam participando de um aniversário.

No Classic com placa de Floriano estavam:

- Doraci Pereira da Silva

- Jaqueline da Silva Santana

- Jorgina da Silva Santana

- Milena Rodrigues

- Rafael dos Santos

Todos eles são residentes da Comunidade Estocado II. No Doblo as vítimas fatais foram identificadas como:

- Haroldo Carvalho da Silva

- Francidalva Ferreira e um recém nascido