A pesquisadora Maria Eugenia Tita, desembarca pela primeira vez em Teresina no dia 9 de dezembro e traz a riqueza da cultura popular na programação do Festival de arte com criança TRISCA #4 - Aventuras de ficar vivo!

Maria Eugenia carrega no sangue uma história afetiva com as danças populares brasileiras. Desde criança participa de espetáculos artísticos com os pais, Rosane Almeida e Antonio Nóbrega. Os dois são premiados por performances e projetos por todo o Brasil. Nos anos 90, a família fundou o Instituto Brincante, em São Paulo, no qual Tita compõe a equipe pedagógica.

A tradição popular que Maria Eugênia, filha de Antonio Nóbrega traz no sangue - Silvia MachadoA tradição popular que Maria Eugênia, filha de Antonio Nóbrega traz no sangue - Silvia Machado

Frevo pernambucano

Cabeção pelo mundo é uma performance criada por ela em 2019 - embora o personagem tenha nascido em 2005, para celebrar o centenário do frevo pernambucano. Nela, partindo dos passos dos ritmos brasileiros, a figura faz um convite lúdico para a graça e para a dança, envolvendo público e espectadores em uma experiência com o corpo e com a música.

“Conhecemos o Cabeção em uma de nossas viagens e pesquisas e achamos que ele tem tudo a ver com o TRISCA”, comenta Layane Holanda, diretora e curadora do festival. 

O personagem traz a riqueza e alegria da cultura popular - reprodução internetO personagem traz a riqueza e alegria da cultura popular - reprodução internet

“A ideia de brincante é muito forte na cultura popular e traz o que há de mais ancestral sobre a infância, que é o brincar”, completa.

Na sexta-feira, 9, o Cabeção vai ao Parque da Cidadania, a partir das 17 horas, abrindo a programação do TRISCA#4 em um convite animado para a arte do brincar. No sábado, 10, com o festival acontecendo em colab com a Feirinha Verde The, Maria Eugenia apresentará sua performance às 17h na Praça Desembargador Manoel Belizário, no bairro Ininga.

Programação

A programação do TRISCA#4 terá ainda apresentações de projetos selecionados em uma convocatória e oficinas com e para crianças. É de graça, é na praça, é para todas as idades! Siga nas redes para ver mais sobre a programação (@festivaltrisca)

O festival é realizado pela Canteiro, produtora que pensa ideias e ações culturais entre infâncias e velhices e tem direção e curadoria das artistas piauienses Layane Holanda e Soraya Portela. A edição #4 conta com patrocínio da Equatorial Piauí, através do Sistema de Incentivo à Cultura do Piauí (Siec / SECULT-PI) e do Governo do Estado.

TRISCA#4 Festival de arte com criança - Aventuras de ficar vivo!

Quando?

9, 10 e 11 de dezembro

Onde?

Sexta - Parque da Cidadania (Centro) / 17h

Sábado - Praça Desembargador Manoel Belizário (Ininga) / 16h às 20h

Domingo - Comunidade (Grande Dirceu)