O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve o seu melhor desempenho no 2º turno da eleição de 2022 no Piauí, com 76,86% dos votos válidos – que descontam brancos e nulos. Bahia (72,12%) e Maranhão (71,14%) vieram logo em seguida.

Cidades mais lulistas do Brasil

1º Guaribas, Piauí (93,86%)

2º Campinas do Piauí, Piauí (93,11%)

3º Bonfim do Piauí, Piauí (92,58%)

4º Fartura do Piauí, Piauí (92,52%)

5º Capitão Gervásio Oliveira, Piauí (92,44%)

6º São Braz do Piauí, Piauí (92,35%)

7º Terra Nova, Pernambuco (92,32%)

8º Carnaubeira da Penha, Pernambuco (92,30%)

9º Isaías Coelho, Piauí (92,09%)

10º Curral Novo do Piauí (92,07%)

Lula tem melhor desempenho no Piuaí - Foto: Fábio TitoLula tem melhor desempenho no Piuaí - Foto: Fábio Tito

Jair Bolsonaro (PL), por sua vez, teve seu recorde em Roraima, com 76,08%. O atual presidente também teve vantagem no Acre (70,3%) e em Santa Catarina (69,27%).

No 1º turno, os dois candidatos lideraram nos mesmos estados.






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Grupo Meio Norte Comunicação (@meionorte)

Lula é eleito presidente do Brasil pela terceira vez

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito presidente do Brasil pela terceira vez neste domingo (30). Ele derrotou Jair Bolsonaro (PL), que buscava a reeleição, e se torna o 39º chefe do Executivo. 

Com 99,99% das urnas apuradas, Lula contabiliza 50,90%, (60.345.421 votos) contra 49,10% (58.205.943 votos) de Jair Bolsonaro. 

Após 12 anos, o líder da esquerda retorna ao comando do Executivo Nacional com o desafio de reconstruir um país marcado pela forte polarização.

Esta é a quinta eleição do PT para a chefia do país —sempre em segundo turno— e a primeira vez que um presidente no exercício do mandato perde a reeleição.

Lula é eleito  presidente do Brasil pela terceira vez Lula é eleito  presidente do Brasil pela terceira vez 

Mas afinal, vai ter transição?

A transição é um trabalho que exige a participação dos dois lados – o governo que está saindo e o governo que está chegando.

Até o fim da noite deste domingo, no entanto, o candidato derrotado à reeleição Jair Bolsonaro (PL) ainda não havia sequer reconhecido publicamente o resultado das eleições, nem feito contato com o novo presidente eleito.

Em discurso a apoiadores na Avenida Paulista, em São Paulo, Lula disse estar "metade preocupado" por não ter a confirmação de que o governo atual facilitará a transição.

"Eu gostaria de estar só alegre, mas eu estou alegre e metade preocupado. Porque a partir de amanhã, eu tenho que começar a me preocupar como é que a gente vai governar esse país. Eu preciso saber se o presidente que nós derrotamos vai permitir que haja uma transição, para que a gente possa tomar conhecimento das coisas", disse Lula.

"Eu quero dizer para vocês que eu tenho dois meses apenas para montar o governo, conhecer a máquina como está, e eu preciso escolher bem cada pessoa que vai participar da nova democratização do nosso país."

"Eu talvez tire uns dois dias para descansar, e depois eu vou começar a trabalhar. Porque eu já fui presidente, eu já ganhei a primeira vez, e de todas as vitórias que eu tive, essa é a mais consagradora porque nós derrotamos o autoritarismo e o fascismo no Brasil", prosseguiu.