O Cruzeiro cedeu empate ao Ituano e perdeu a chance de ser campeão simbólico do primeiro turno. O time mineiro abriu o placar com Luvannor, após ter gol de Edu anulado. O Ituano, que já jogava com um a menos (Lucas Dias foi expulso), levou o empate com gol de Bernardo Schappo.

O Cruzeiro que jogava bem ficou na bronca com a arbitragem com a anulação do gol de Edu, no fim do primeiro tempo. 

Ituano vence o Cruzeiro  e jogo termina no empate -  (Foto: Fernando Roberto/Ituano FC)Ituano vence o Cruzeiro  e jogo termina no empate -  (Foto: Fernando Roberto/Ituano FC)

Título simbólico perdido

Com o empate por 1 a 1, o Cruzeiro perde a chance de garantir o título simbólico do primeiro turno da Série B. Sendo assim, ele amplia a vantagem para o Vasco, agora com sete pontos de vantagem (38 contra 31). Além disso, fica a 15 pontos do Criciúma, em quinto. O Ituano, por sua vez, chega aos 18 pontos e está na 14ª colocação.

O primeiro tempo começou com o Cruzeiro teve o domínio da partida e da posse de bola. Entretanto, encontrando pouco espaço na forte marcação do Ituano. O Cruzeiro chegou a balançar as redes nos minutos finais, com Edu completando um chute cruzado. Mas a arbitragem, após revisão do VAR, assinalou impedimento do atacante. Na análise da Central do Apito, as linhas do VAR não foram traçadas corretamente.

Foi para cima

Reclamando do gol anulado de Edu, no fim do primeiro tempo, o Cruzeiro voltou em cima do Ituano, para mudar o placar. E logo conseguiu abrir o placar com Luvannor.Mesmo sem ângulo, tocou para o fundo do gol. O time mineiro continuou melhor, mas acabou levando o empate.