Mesmo com a intensidade das chuvas dos últimos dias, o nível dos reservatórios monitorados pelo Estado se mantém dentro das cotas previstas para esta época do ano. É o que afirma a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), que faz o acompanhamento diário de 27 reservatórios no Piauí. 

Os dados mais recentes do levantamento são do dia 28 deste mês e mostram que os reservatórios de Piracuruca, São Francisco do Piauí e São João do Piauí atingiram o volume acima de 80%, ainda dentro da capacidade.Enquanto o Açude Piracuruca atingiu 88% do volume total, o Açude Jenipapo, em São João do Piauí chegou a 85% e o Açude Salinas, em São Francisco do Piauí chegou a 81% de sua capacidade total. 

“Esse monitoramento é realizado com o auxílio de observadores em cada município onde ficam localizados os reservatórios. Cada observador tem um celular para a coleta e o envio dos dados por meio de um aplicativo, para a base de dados da Diretoria de Recursos Hídricos da Semar”, destaca o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Daniel Marçal.

Barragem Mesa de Pedra, em Valença (PI) | foto: Ronan LimaBarragem Mesa de Pedra, em Valença (PI) | foto: Ronan Lima

Todo o trabalho é feito para evitar que os rios fiquem secos, no período do verão, ou que ocorra um transbordamento com o excesso de água. O monitoramento permite avaliar e auxiliar o controle de vazão da barragem.

Dados da Gerência de Hidrometeorologia da Semar indicam que os meses de janeiro e fevereiro apresentam probabilidade de chuva acima da faixa normal na maior parte do Piauí. A probabilidade de um volume maior de chuvas requer um cuidado a mais no monitoramento dos reservatórios.