SEÇÕES

Caso Henry Borel: Como estão Monique Medeiros e Dr. Jairinho atualmente?

Enquanto isso, Leniel Borel, pai de Henry continua clamando por justiça e pela condenação dos envolvidos na morte de seu filho.

Dr. Jairinho , Monique Medeiros e Henry Borel | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Após 2 anos do assassinato do menino Henry Borel, morto no apartamento onde morava com a mãe, no Rio de Janeiro, como estão Monique Medeiros e Dr. Jairinho após o crime, que chocou o Brasil no dia 8 de março de 2021? No caos e brutalidade do ocorrido, a resposta é complexa e repleta de desencontros de informações.

Apesar dos suspeitos alegarem que a morte de Henry Borel foi ocasionada por uma queda da cama onde o menino dormia, o laudo da necropsia constatou que a criança tinha múltiplos traumas como hemorragia interna e ferimentos no fígado, típicos de uma agressão. 

A partir daí, a polícia apreendeu os celulares do casal, realizou quebra dos sigilos telefônicos e telemáticos, ouviu testemunhas, entre eles a babá do menino que alegou que Monique sabia do comportamento agressivo de Jairinho com Henry.

Leia Mais

Mas, o que aconteceu com Dr. Jairinho e Monique Medeiros, acusados de matarem Henry Borel?

Os dois suspeitos tiveram sua prisão preventiva decretada no curso da investigação e chegaram a ser presos no complexo penitenciário de Bangu. No entanto, em abril de 2022, a 2ª Vara Criminal do Rio permitiu que Monique ficasse em prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica, e em agosto do mesmo ano o Superior Tribunal de Justiça entendeu que houve constrangimento ilegal na prisão preventiva da ré e determinou a revogação da sua prisão preventiva. 

Jairinho por sua vez, teve vários pedidos de Habeas Corpus negados e segue preso preventivamente  no presídio Bangu 8. Ainda em 2022, a juíza Elizabeth Machado decidiu que Monique e Jairinho deveriam ser julgados pelo Tribunal do Júri, no entanto, ainda não há data definida. 

Enquanto isso, Leniel Borel, pai de Henry continua clamando por justiça e pela condenação dos envolvidos na morte de seu filho.

Julgamento de Jairinho e Monique segue ainda sem dados

Passados seis meses desde a decisão de pronúncia dos réus, em que o tribunal reconheceu que ocorreu   um crime contra a vida  e determinou que eles foram levados a julgamento, ainda não há um dado definido para o julgamento popular do ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior , conhecido como Dr. Jairinho, e de sua ex-mulher,  Monique Medeiros,  pela morte de  Henry Borel.  

No dia 1º de novembro de 2022, a juíza Elizabeth Louro, do 2º Tribunal do Júri,  pronunciou Jairinho e Monique , e desde então, os recursos apresentados pelas defesas têm atrasado a definição da data do julgamento.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos