Os focos de incêndio que atingem São Raimundo Nonato (534 km de Teresina), já se aproximam do perímetro urbano do município nesta sexta-feira (10). O trabalho integrado entre diversas equipes estaduais e locais seguem na tentativa de controlar o fogo e evitar novos focos. 

O estado ainda é de total alerta no município após cinco dias de combate, pois é no período da tarde que surgem novos incêndios, devido as altas temperaturas, vegetação seca e ventos fortes. Imagens enviadas ao Meionorte.com mostram um novo foco que surgiu no fim da manhã de hoje, onde a fumaça tóxica era possível ver há quilômetros de distância. 

Apesar de o Parque Nacional da Serra da Capivara estar fora de risco, com o incêndio da Serra dos Gringos (8 km da zona urbana) parcialmente controlado, a localidade ainda inspira cuidados. Conforme o Coordenador de Prevenção e Combate a Incêndios ( COIN), João Morita., o fogo na região está há 10 km da divisa com o parque. 

“O incêndio que ocorre agora na Serra dos Gringos, ele não ameaça o Parque Nacional da Serra da Capivara. Ele encontra-se há 10 quilômetros do parque e existe um esforço constitucional do ICMBio no sentido de conter o seu avanço e não ameaçar o parque. A gente vem aumentando gradativamente o nosso efetivo em campo para de fato romper o seu avanço”, explica. 

"Gabinete de risco"

Na manhã desta sexta-feira (10) a Prefeita Carmelita Castro se reuniu com a Chefe do Parque Serra da Capivara, Maria Rodrigues, o Secretário Municipal do Meio Ambiente, André Landim, Tentente Lucas Xavier do Corpo de Bombeiros do Piauí, Secretária da Infraestrutura, Helber Ribeiro, Secretário de Agricultura, Martinho Afonso, representantes do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBIO), Polícias Civil, Militar e Ambiental com o objetivo de debater estratégias de combate e fiscalização de focos de incêndio. 

De acordo com a Prefeita Carmelita Castro, "Infelizmente, apesar das campanhas contra queimadas, e do esforço das equipes envolvidas nessa missão, ainda tem gente insistindo em realizar queimadas. Peço aqui a compreensão de todos e que se conscientizem da gravidade ao atear fogo na mata e em terrenos baldios", disse a gestora.

Serra da Capivara está fora de risco, mas focos se aproximam da zona urbana (Foto: Divugação)Serra da Capivara está fora de risco, mas focos se aproximam da zona urbana (Foto: Divugação)