Sem repasses, obras federais estão paradas no Piauí

Sem repasses, obras federais estão paradas no Piauí

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgou ontem estudo que aponta para as pendências da União com as Prefeituras no que se refere aos repasses para obras federais. Ao todo, são 11,2 mil obras que deveriam estar em andamento no país, mas sequer foram iniciadas; nesse grupo, estão 168 no Piauí. O relatório mostra que no Nordeste, 28,8% das obras estão nesse grupo, sintetizando um grave problema de gestão. Para se ter uma ideia da gravidade da situação, no Piauí, há 472 contratos de repasses empenhados, no entanto, 154 destes estão em Restos a Pagar não processados, o que representa cerca de 32,8%. Uma despesa do orçamento que permanece pendente de pagamento após o encerramento do ano é chamada de Restos a pagar (RAP). Eles são classificados em processados e não processados. O resto a pagar processado é quando a despesa é empenhada e liquidada, mas não foi paga. Quando a despesa é só empenhada e não chega a ser liquidada, temos então o resto a pagar não processado. Existe ainda um grande risco de calote em 9.492 obras que já foram iniciadas e que ainda estão classificadas pela União como Restos a Pagar Não Processados, ou seja, cujos empenhos poderão ser cancelados. O Governo Federal vive um grave momento de paralisia que se reflete diretamente no que precisa ser entregue pela gestão ao povo do Piauí.

NÃO EXISTE.

O presidente estadual do PDT, Flávio Nogueira, negou com veemência que o presidenciável Ciro Gomes vem ao Piauí lançar sua candidatura ao Senado. “Eu não sei nem de onde foi tirado isso. Tô fora disso. Nunca iria chamar o Ciro Gomes para fazer o lançamento de qualquer candidatura até porque é proibido, não é a época eleitoral. Ninguém vem lançar ninguém aqui”, garantiu Flávio.

CLÁUSULA DE BARREIRA.

O deputado João Mádison exige que o presidente do Sesi João Henrique mostre a assinatura de 30% dos membros do diretório estadual pedindo a realização da convenção que ele pediu para ser feita em janeiro e decidir se a sigla fica na base governista ou lança candidato próprio a governador, no caso, o próprio João Henrique. João Mádison duvida que o xará tenha os votos mínimos para provocar o encontro extraordinário no PMDB.

EM QUEDA.

A liderança da vereadora Graça Amorim voltou a ser colocada em cheque ontem na Câmara quando os vereadores votaram requerimento do petista Dudu para convocação de Sílvio Mendes para explicar o fechamento de UTIs sob a gestão da Prefeitura. A proposta foi derrubada em votação apertada: 15 votos a 11. Mesmo orientando contra, boa parte da base votou com Dudu.

OS INFIÉIS.

Da base aliada do prefeito Firmino Filho, seis vereadores votaram para que Sílvio Mendes fosse à Câmara explicar o fechamento de UTIs sob a gestão da Prefeitura. Foram eles: Dr. Lázaro (PPS), Gustavo Gaioso (PTC), Joaquim do Arroz (PRP), Zé Nito (PMDB), Teresa Britto (PV) e Valdemir Virgino (PRP). Dudu comemorou as dissidências que enfraquecem a líder Graça Amorim e serão tema de café no Palácio da Cidade.

NOVO ENCONTRO.

A próxima reunião dos governadores marcada para o dia 27 de outubro, no Acre, deverá contar com a presença do presidente Michel Temer, além dos presidentes Rodrigo Maia, da Câmara, e Eunício Oliveira, do Senado; além da ministra Cármen Lúcia, do STF. Em Minas Gerais, ontem, o governador Wellington Dias foi condecorado com a medalha Juscelino Kubitschek, honraria mineira criada em 1995.

SEM BANCO.

O deputado federal Júlio César esteve com o ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, pedindo providências para evitar o fechamento de 114 agências do banco postal dos Correios nos pequenos municípios do Piauí. O fechamento se dá pelas exigências legais para manter segurança armada e blindagem, sendo que os Correios alega não ter condições de arcar com esses custos. Segundo Júlio César, dos 224 municípios do Piauí, em apenas 70 tem agências bancárias, o restante é atendido por banco postal.

OPORTUNIDADE.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Piauí lançou edital para o provimento de 110 vagas de nível médio em cursos de Formação e Adaptação, com estabelecimento de até 10% para candidatas do sexo feminino. A organizadora do concurso público é o Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), da Universidade Estadual do Piauí (Uespi).

FRASE – [ISRAEL GONÇALMVES]

“Teve uma que não teve nem o próprio voto, teve zero voto. A candidata não votou nem em si”, disse o procurador regional eleitoral, Israel Gonçalves, ao apontar a farsa na eleição para vereador que resultou na cassação em massa em Valença.

PF NA TELONA

O deputado estadual Robert Rios e um grupo de policiais federais se reuniram ontem para assistir ao filme "Polícia Federal: a Lei é para todos" em um cinema de Teresina. Eles aproveitaram para defender a PEC da PF. A película, no entanto, é considera um fracasso. Levou 430 mil pessoas aos cinemas em seu fim de semana de estreia, segundo dados da ComScore. O filme da Lava-Jato ficou muito longe de "Tropa de Elite 2", por exemplo, que estreou em 661 salas e levou 1,2 milhão de espectadores aos cinemas em sua estreia.