mais

Encontrado tesouro de 1.500 quilos de ouro, prata e pedras preciosas

O tesouro foi encontrado em julho, em uma fazenda no condado de Staffordshire, no oeste da Inglaterra, pelo inglês Terry Herbert.

Um aficcionado inglês que se dedica à caça de tesouros utilizando-se de detector de metais, de nome Terry Herbert, encontrou o maior tesouro anglo-saxão do Reino Unido descoberto até a data. Imagina-se que a descoberta arqueológica pode datar do século VII e consta de 1.500 peças de ouro, prata e pedras preciosas. O achado se deu no dia 5 de Julho de 2009. De acordo com especialistas, esse foi o maior e mais importante achado, compondo a maior coleção de ouro anglo-saxão já descoberta na Grã-Bretanha.

São 1.500 peças em ouro e prata, a maioria delas artefatos de guerra adornados com pedras preciosas, que os especialistas acreditam datar do século 7.

O tesouro foi encontrado em julho, em uma fazenda no condado de Staffordshire, no oeste da Inglaterra, pelo inglês Terry Herbert. O achado deve ser assunto de décadas de debates entre arqueólogos e historiadores.

Foto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia Commons

"Isto vai alterar nossa percepção da Inglaterra anglo-saxã", disse a especialista Leslie Webster, ex-funcionária do Departamento de Pré-História e Europa do Museu Britânico. As peças estão sob a guarda do Birmingham Museum and Art Gallery, na cidade inglesa de Birmingham.

Uma seleção com alguns dos objetos mais importantes vai ficar em exposição no Birmingham Museum entre o dia 25 de setembro até o dia 13 de outubro. Depois da exposição, a coleção seguiu para o Museu Britânico para ser avaliada por especialistas, um processo que demorou mais de um ano.

Foto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia Commons

É impossível, no momento, saber ao certo a história do tesouro. Os especialistas suspeitam, no entanto, de que a história esteja repleta de drama e, possivelmente, sangue. O arqueólogo Kevin Leahy, responsável por catalogar o material, disse que a qualidade das peças indica que teriam pertencido à realeza anglo-saxã.

São centenas de objetos, entre eles, peças usadas para adornar espadas e fragmentos de elmos (capacetes de armaduras medievais). O tesouro inclui também três cruzes e uma placa de ouro trazendo uma inscrição bíblica.

Foto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia Commons

"Parece uma coleção de troféus, mas é impossível saber se o tesouro resulta de saques feitos após uma única batalha ou se foi acumulado ao longo de uma longa e bem-sucedida carreira militar", disse Leahy.

"Não sabemos como (o tesouro) acabou sendo enterrado naquele campo, talvez tenha sido um tributo aos deuses pagãos", especula o arqueólogo. "Ou talvez tenha sido escondido por conta de uma ameaça muito real". Para Leahy, a terrível ameaça que levou alguém a enterrar o tesouro provavelmente se concretizou, já que as peças nunca foram desenterradas.

Foto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia Commons

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail