Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Furacão Maria devasta Porto Rico, deixa 1.975 mortos e destruição

No dia 20 de Setembro de 2017 o furacão Maria tocou a terra em Porto Rico, com categoria 4 e ventos de 250 quilômetros por hora (km/h), causando danos materiais extraordinárias naquela ilha do Caribe, uma possessão dos Estados Unidos.

No rastro de destruição que causou em Porto Rico, o furacão Maria deixou 1.975 pessoas mortas e causou prejuízos superiores a 1 bilhão de dólares. O número de mortos surpreendeu, pois os primeiros levantamentos indicavam apenas 64 óbitos. Mas como a fúria do furacão se estendeu por toda a ilha, passada a sua violência, novos corpos eram encontrados a cada instante.

Os meteorologistas americanos informaram, em boletim especial, que o Maria passou próximo ao município de Yabucoa, no leste de Porto Rico, em cujo porto foi registrado um aumento do nível do mar de 1,3 metro.

O furacão, que passou para a categoria 5 em apenas 24 horas na segunda-feira (18), já tocou a terra nas Ilhas Virgens Americanas, em Guadalupe, Martinica e Dominica, entre outras, onde deixou pelo menos dois mortos e diversos danos materiais.

Maria está a 35 quilômetros da ilha município de Vieques e a 55 quilômetros a sudeste de San Juan, e se desloca para o noroeste a uma velocidade de 17 km/h.

A última trajetória estimada do Maria indica que o ciclone atravessará Porto Rico desde o Sudeste ao Noroeste para, posteriormente, passar na costa nordeste da República Dominicana entre hoje e amanhã depois pelas Ilhas Turks e Caicos.

Os ventos do furacão se estendem por até 95 km/h, e os seus ventos de tempestade tropical são sentidos a até 240 quilômetros, indicou o NHC, com sede em Miami.

O sétimo furacão da temporada no Atlântico, e quarto de grande categoria, alcançou Porto Rico menos de duas semanas depois de o país sofrer com o impacto de outro furacão, o Irma, que deixou três mortos.

Maria superou o Irma como o furacão mais poderoso da temporada, com uma pressão de 909 milibares, horas antes de alcançar o litoral de Porto Rico, que não recebia um ciclone de categoria 5 desde 1928.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto